95% DAS DROGAS SÃO LEGAIS. VAMOS LEGALIZAR TAMBÉM OS 5%

Prof. Jacob Bettoni , www.noergologia.com.br & www.noergologia.com

endocrino Nosso organismo é uma indústria de drogas. Elas fazem parte da nossa natureza humana. Porque algumas pessoas se tornam dependentes químicos delas e a maioria das pessoas não? Para resolver os efeitos colaterais das drogas (tráfico e dependência) a solução mais inteligente é a LEGALIZAÇÃO DO COMÉRCIO, transformando traficante em comerciante; propina em tributo, cujo investimento em pesquisa diminuirão os efeitos colaterais perversos, como ocorreu como o FIM DA LEI SECA.  Compreenda melhor.

 O homem de todas as eras sempre fez uso intenso das drogas naturais endógenas (testosterona, progesterona, ACHT, Dopamina), quanto das drogas naturais exógenas, puras ou industrializadas: cocaína, maconha, etc. As drogas exógenas só nos interessam enquanto as endógenas funcionam bem, porque são exatamente estas as degustadoras daquelas.

Este uso era democrático e por vezes enriquecido em cerimoniais religiosos ou místicos. A todo o momento sempre estamos consumindo drogas. De sorte que a droga em si não traz nenhum problema. Algumas inclusive, as que ocasionam maior dependência, são exaltadas em várias sociedades, como o amor e a paixão entre homem e mulher. E o que dizer do criminoso uso da ritalina compulsoriamente imposto a crianças criativas, que construirão o mundo das próximas gerações e, por isso mesmo, incomodam os professores tradicionais!

Poetas ensinam pessoas a mentirem em frases do tipo “estou apaixonado por você”. Mentira pura, deslavada, descarada. A frase correta é “me tornei dependente químico de você”. 

60dym5v43d_2r7x188ahv_fileAo longo da História Humana as drogas nunca constituíram problema. Problemas somente surgem quando a droga de  natureza endógena ou exógena é INTERDITADA. Exemplo: uma mulher só é açoitada ou apedrejada até a morte em sociedades que proíbem e criminalizam a dopamina e a progesterona compartilhadas.  

arvore-musica-curso-violino-butanta-morumbiAs mesmas drogas em sociedades onde são aceitas e exaltadas criam, ao invés de mortes cruéis, poemas, óperas, canções, alegrias. As drogas exógenas não fogem à regra. Nas sociedades onde não são interditadas tudo funciona bem e sem problema: ao invés de açoite, os participantes são conhecidos como consumidores, fornecedores, contribuintes, empresários, geradores de bem estar e riqueza.

downloadTodavia, nas sociedades onde são interditadas aí sim geram problemas, mortes, propinas, prisões, bandidos, traficantes.  Alerta: estes problemas ou a mulher açoitada até à morte não são ocasionados pelas drogas, mas sim pela INTERDIÇÃO DO COMÉRCIO, porque não há como interditar o consumo.

Logo_Mafia.svgNuma retrospectiva histórica da Lei Seca proibindo as drogas etílicas, podemos filmar com precisão como os fatos benéficos aconteceram e acontecem na razão direta da permissão; e as desgraças, os crimes, as prisões só acontecem na razão direta da interdição.

Lembre-se que o Homem não criou nem inventou o uso das drogas. O Autor desta genial ideia foi o Grande Arquiteto do Universo, aprimorando-se em sucessivos treinamentos cuja performance foi descoberta por Lavoisier e pelo primor de Darwin.

dia-dos-namorados1Eu, Você e qualquer pessoa somos todos drogados por testosterona, dopamina, progesterona ou qualquer droga exógena compatível com as drogas hereditárias endógenas.

Se querem buscar um culpado, ei-lo: O CÉREBRO E O SISTEMA GLANDULAR.

Se insistirem em punir o MANDANTE, o AUTOR INTELECTUAL, é melhor não mexer nesse ninho de abelhas africanas: ele é mais poderoso do que todas as leis imbecis que tentam proibir o uso de drogas, como se isso fosse possível no atual estágio evolutivo humano.

maxresdefaultQue estas reflexões nos auxiliem a mudar nossa postura com relação às drogas: a) não lute contra a maré, nade sempre a favor; b) se você ama uma mulher pare de mentir para ela. Nunca mais diga “estou apaixonado por você; não tenha medo de falar apenas a verdade, nada mais que a verdade: “EU ME TORNEI DEPENDENTE QUÍMICO DE VOCÊ”; c) legalize imediatamente o comércio da mínima parcela de drogas ainda proibidas, as exógenas: porque a vida nos ensinou que vivemos com as drogas mais perigosas – as endógenas – e nem por isso a humanidade sofreu uma hecatombe.

QUEM SAI PERDENDO COM A LEGALIZAÇÃO DO COMÉRCIO DE DROGAS: políticos dependentes de propinas, traficantes, comerciantes de armamentos clandestinos.

QUEM SAI GANHANDO: maioria dos presídios vira Escola, Hospítais, Centros de Pesquisa; Traficante vira Comerciante; Propina vira Tributo; Droga pesquisada perde efeitos colaterais perversos e ganha efeitos colaterais benéficos, inclusive medicamentosos; vizinhos das cracolândias que reconquistam seu espaço; usuário dependente químico, que pode migrar para drogas com menor teor ou até nula dependência, repetindo a história do álcool quando proibido até hoje, legalmente comercializado, condição básica para o surgimento de cerveja com zero álcool e whisky não mais com 85% mas com 40% de teor alcoólico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *